« Home | Espírito Natalino » | Mensagens de Natal » | Evolução e evolucionismo » | Carpeaux » | Uma despedida » | Adeus a Julián Marías » | Durou pouco » | Pausa e planos » | A TODOS OS QUE COMPREENDEM O VALOR DA VIDA HUMANA ... » | Projetos TAMAR e MATAR »

Fatos do ano

Finalzinho de dezembro, retrospectivas dos principais acontecimentos do ano são feitas. Para não fugir à regra, a minha segue abaixo, sem ordem cronológica ou de relevância, salvo o fato dos fatos, aqui tratado como hors concour, que encerra esse exercício de memória. Sem mais delongas, vamos à lista:

Gilberto Gil, ministro da Cultura, peregrina por programas de auditório e atrás do trio ao som de “chupa toda”;

Bengaladas no Fristão não-cristão;

Cumplicidade e amizade inexistentes entre Lula e Dirceu, a quem o Molusco só se refere como Zé, e o ex todo poderoso admite que “só fazia o que o presidente queria”;

Passaporte italiano para a galega e seus ninos, exemplo de cosa nostra;

“Juiz ladrão, porrada é solução”, mas não dessa vez;

O homem-bomba tupiniquim tem seus instintos mais primitivos despertados;

O silêncio dos inocentes: Terri Schiavo;

O silêncio dos culpados: Marxilena e asseclas;

Atentados em Londres, ou ao que resta de civilização;

Os 80 anos da Iron Lady;

Vitória merecida da Menina de Ouro;

O retorno sofrido do Grêmio;

Free Michael Jackson e uma mãe no tribunal, “Ele (Jackson) queria mandar meu filho para aquele lixo do Brasil”;

Identidade de espiã mais grave do que máfia nacional, principalmente para Caio Blinder;

O adeus de João Paulo II e o começo de um novo papa;

Fidel e cia.ilimitada enviam o que parecia ser um presente ao Lula: caixas de bebida, só que recheadas da moeda dos porcos imperialistas;

Cueca made in Brazil milionária;

A prisão hollywoodiana da perigosa dona da Daslu - não confundir com a Daspu –, pois ela esperaria a polícia com vidros de Channel nº 5 como granadas;

"Desigualdade social" à francesa;

Diplomas “de grátis” ao MST – como se não bastassem aos analfabetos funcionais -;

“Não” retumbante. Na verdade, resultado nulo, já que a violência impera e o cidadão continua tão indefeso quanto antes;

Bush na terra dos fora-da-lei;

Furacões, ciclones, maremotos, terremotos, disenterias, o neoliberalismo petista e, provavelmente, o divórcio do Brad Pitt: tudo culpa do Bush.

Fato hors concour: legista ameaçado de morte comete suicídio para não dar o gostinho de ser morto.

É, aqui tudo acaba em pizza, ou em biografia.

noite_interminavel
Nós nos transformamos naquilo que praticamos com freqüência. A perfeição, portanto, não é um ato isolado, é um hábito. (Aristóteles)


Na medida em que você se desliga do espírito daquela era, está ligado ao espírito de todas as eras. Isto quer dizer que, de fato, na constituição do próprio indivíduo, já está dada toda a dialética entre o mundo do sensível ou da temporalidade e o mundo da eternidade. (Olavo de Carvalho)


Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo. (Hermann Hesse)


Quanto menos um sujeito entende a religião, mais se prontifica a modificá-la, isto é, a reduzi-la às dimensões da sua própria falta de consciência. Uma concepção evolutiva da religião mostra apenas incapacidade de conceber alguma coisa acima da esfera temporal. O "senso da eternidade" é apenas o primeiro grau da consciência religiosa. (Olavo de Carvalho)


Quando os homens já não acreditam em Deus, não é que não acreditem em mais nada: acreditam em tudo. (G. K. Chesterton)


Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada. (Edmund Burke)


Experiência não é o que acontece com o homem; é o que o homem faz com o que lhe acontece. (Aldous Huxley)


Pode-se enganar todo mundo durante algum tempo, e certas pessoas durante todo o tempo, mas não se pode enganar todo o mundo todo o tempo. (Abraham Lincoln)


Faça aparecer o que sem você não seria talvez jamais visto. (Robert Bresson)


Educação é o que resta depois de ter esquecido tudo que se aprendeu na escola. (Albert Einstein)


Todos estamos na sarjeta, mas alguns de nós estão olhando as estrelas. (Oscar Wilde)


Qualquer pessoa que não seja inteiramente imbecil ou imbecilizada pelo jogo literário de entes de razão sabe que existe, no mundo inteiro, uma guerra revolucionária com o objetivo de massificar o homem e de apagar nas almas os últimos lampejos das saudades de Deus. Os marxistas desempenham papel de desta­que, e os judeus marxistas ou filocomunistas trazem para esta causa todo o furor que lhes vem da antiga grandeza. (Gustavo Corção)